CUT TO > LISTAR NOTÍCIAS > SERVIDORES LANÇAM CAMPANHA SALARIAL NESTA QUINTA (14)

Servidores lançam campanha salarial nesta quinta (14)

12/12/2017

A campanha propõe eixos centrais para nortear as lutas dos servidores públicos municipais

Escrito por: Déborah Lima/ Assessora de Comunicação da Confetam

Com o slogan "Juntos Vamos Reconstruir o Brasil", a Campanha Salarial 2018 dos servidores municipais será lançada no próximo dia 14/12 e pretende dialogar com a sociedade em geral, denunciar a destruição do país e convocar toda a população a defender a democracia.

O lançamento da campanha ocorre no momento em que o movimento sindical busca unificar o Brasil para reconstruir a democracia, destroçada pelo golpe parlamentar travestido de impeachment que desdobrou-se na entrega das riquezas do país ao capital internacional, na destruição da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), no desmonte da Educação, na revogação da Lei Áurea, no asfixiamento dos sindicatos, no congelamento dos gastos públicos por duas décadas, e na ameaça de extinção do direito à aposentadoria pela reforma da Previdência, entre inúmeros ataques à classe trabalhadora. 

"O conjunto da classe trabalhadora, as organizações, os movimentos populares, juntos, vamos reconstruir o Brasil e tomar de volta o que está sendo subtraído da nação e do nosso povo. Em 2018, os municipais estarão chamando a sociedade brasileira a reconstruir a democracia pela participação popular", afirma a presidente da Confetam/CUT, Vilani Oliveira. 

"Estamos lançando a campanha no fim do ano para que os servidores das prefeituras possam se voltar ao debate do ciclo orçamentário e apontar de que forma a categoria pode garantir rubricas a serem consideradas para a Campanha Salarial do ano vindouro", explica a presidente.

A campanha propõe eixos centrais para nortear as lutas dos servidores públicos municipais em 2018, ano de negociações salariais ainda mais duras, em função do desmonte do serviço público pelo governo do presidente ilegítimo Michel Temer, e de eleições presidenciais, salvo um novo golpe de Estado contra a combalida democracia brasileira. 

Debates sobre os impactos da reforma trabalhista e do congelamento dos investimentos públicos por 20 anos nas mesas de negociação salarial; negociação coletiva no serviço público; o novo modelo de organização sindical para enfrentar os ataques aos trabalhadores e à democracia; e a proposta de criação da contribuição solidária,em substituição ao imposto sindical obrigatório, extinto pela reforma trabalhista estão no programa da atividade.

Feito o lançamento nacional em Fortaleza, a Campanha Salarial Nacional Unificada tomará corpo nas Capitais dos estados e nos rincões do país. "Nossa meta é chegar o dia em que nenhum município do Ramo dos Municipais organizado na Confetam/CUT deixe de fazer o seu lançamento", afirma Vilani Oliveira. A entidade representa hoje cerca de 1,5 milhão de servidores municipais, organizados em 842 sindicatos municipais e 17 federações estaduais.

Além do lançamento da campanha, os servidores também vão discutir a sobrevivência do movimento sindical diante dos ataques do governo ilegítimo Michel Temer durante a última reunião da direção nacional da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (Confetam/CUT), no Hotel Meridional, entre os dias 12 e 14 de dezembro.

 

Serviço

Reunião da diretorial nacional ampliada da Confetam/CUT

Dias 12, 13 e 14 de dezembro de 2017 - Hotel Meridional

Avenida Dom Manoel, nº 660, Centro – Fortaleza/CE

 

Programação

12 de dezembro de 2017

13h às 17h - Reunião da direção nacional ampliada da Confetam/CUT

17h30 – Coffee break

18h - Roda de conversa: A luta pela afirmação negra na vida, no trabalho e nos espaços de poder

Ninivia Campos – Diretora da Federação dos Servidores Municipais do Ceará - Fetamce

19h30 – Sarau da Resistência Negra 

Apresentação do grupo de poesia Bota o teu

Exposição da Rede Kilofé de produtos africanos

20h30 - Jantar

 

13 de dezembro de 2017

8h – Abertura

Vilani Oliveira – presidente da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (Confetam/CUT)

Wil Pereira – presidente da Central única dos Trabalhadores no Ceará (CUT/CE)

Enedina Soares – presidente da Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Ceará (Fetamce)

8h30 - Seminário nacional: Os impactos da reforma trabalhista e da Emenda 95 nas mesas de negociação salarial

Marilane Teixeira – Economista Cesit/Unicamp

José Silvestre – Dieese Nacional

11h30 – Debate

12h30 - Almoço

14h – Apresentação do Projeto de Lei que institui a negociação coletiva no serviço público e relato de experiências exitosas de negociação nos municípios

Leandro Valquer - Sindicato dos Servidores Municipais de São Paulo (Sindsep/SP) 

Lizeu Mazzioni e Vânia Barcelos - Sindicato dos Servidores Municipais de Chapecó e Região (Sitespm-CHR/SC)

Neiva Esteves - Sindicato dos Servidores Municipais de Quixadá (Sindsep Quixadá/CE) 

16h – Mesa-redonda:

Um novo modelo de organização sindical para enfrentar os ataques à classe trabalhadora e a democracia e apresentação do projeto de contribuição solidária da CUT, em substituição ao imposto sindical compulsório

17h – Debate

18h - Encerramento

20h – Confraternização natalina da direção/Momento cultural

 

14 de dezembro de 2017

9h – Abertura

9h30 – Lançamento da Campanha Salarial Nacional Unificada 2018 dos Servidores Públicos Municipais

Apresentação

Distribuição de materiais

12h – Encerramento

13h – Almoço e retorno dos dirigentes aos estados

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
Tutorial: Saiba como participar da campanha pela anulação da Reforma Trabalhista
Tutorial: Saiba como participar da campanha pela anulação da Reforma Trabalhista

#AnulaReforma

RÁDIO CUT

Copyright © 2013 CUT Central Única dos Trabalhadores - TO
Quadra 103 Norte, Alameda NO 11, Lote 11, Plano Diretor Norte - Palmas/TO - CEP 77001-036 - Tel.: (55 63) 3225-6040